Cuidados com as mãos e unhas

21-06-2017

Muitas não sabem, mas a pele das mãos também precisa de cuidados especiais. Veja algumas dicas dos melhores cuidados com as mãos.

Assim como o corpo, mãos e unhas merecem cuidados especiais e necessitam de hidratação diária, pois mãos e unhas bem cuidadas são sinais de elegância e revelam muito sobre nós. Segundo estudos, as mãos merecem atenção porque envelhecem até cinco vezes mais rápido em relação ao restante do corpo, como as usamos para tudo ficam mais expostas a vários fatores como mudanças bruscas de temperatura, vento, água fria ou quente, agentes agressores que agridem sua maciez, sendo assim seu desgaste é relativamente maior que outras partes do corpo, ainda nas mãos há menos glândulas sebáceas, portanto a produção de oleosidade natural é menor, por isso as mãos tendem a ser uma região mais ressecada, apresentando até mesmo fissuras e rachaduras dolorosas.

Mãos com aparência ressecada, unhas frágeis, com manchas, roídas e quebradiças são queixas comuns entre as mulheres, mas cuidados simples podem reverter esse quadro tornando-as macias, bonitas e com unhas fortes, confira: O principal e primeiro cuidado que devemos ter em relação às mãos é com a proteção a radiação solar, pois este é o responsável pelas manchas e o envelhecimento da pele, por isso devemos fazer uso de filtro solar, reaplicando-o sempre que lavar as mãos. Já para as unhas esteja atenta, um dos principais fatores que as tornam feias é o fato de roê-las, quando quebradiças estão associadas ao descolamento transversal das camadas, devido à imersão frequente das unhas na água, pode estar associada também a certas doenças comuns como deficiência de ferro, anemia, alteração da circulação sanguínea, entre outras, alguns produtos de limpeza podem provocar agressões nas unhas devido aos seus componentes químicos, ocorrendo lesões como eritematosas e pruriginosas.

Mais sobre cuidados com as mãos e unhas

Para prevenir problemas ao fazer a manicure das unhas nunca retire totalmente à cutícula, pois se a retirarmos profundamente estamos abrindo “portas” à entrada de muitos microorganismos, o mais correto é remover apenas o excesso de pele, procure deixar ao menos uma vez por semana as unhas sem esmalte para evitar seu ressecamento, use sempre que possível seu próprio instrumento de manicure e ao lidar com produtos de limpeza ou ao fazer os serviços domésticos use luvas. Se mesmo com esses cuidados as unhas continuarem fracas, procure por um dermatologista para exames complementares a fim de diagnosticar outros problemas que estejam ocorrendo, em caso roê-las é possível tratá-las com cremes específicos para as unhas, ati-sépticos locais e cremes antimicrobianos que previnem infecções secundárias, todos prescritos somente por profissionais.

Segundo alguns dermatologistas o hidratante corporal até pode ser usado nas mãos, porém é preferível tratá-las e hidratá-las com produtos específicos. Para torná-las macias faça uma esfoliação semanal, durante o dia procure usar produtos que contenham silicone e óleos, que formam uma película protetora em torno das mãos como macadâmia, rosa mosqueta e uva aliado, claro ao protetor solar, já para a noite procure produtos que contenham uréia, lactado de amônio, ácido lático, produtos ricos em hidratação. Você poderá fazer um creme caseiro protetor para as mãos que funcionará como uma barreira, é indicado antes de iniciar os serviços domésticos, você precisará de 1 gema de ovo, 2 colheres de sopa de óleo de girassol e pó de caulim.

Após reunir os ingredientes você colocará a gema de ovo e o óleo de girassol num recipiente e baterá vigorosamente, aos poucos vá acrescentando o pó de caulim até obter uma pasta consistente, aplique nas mãos logo em seguida. Para uma esfoliação caseira use 4 colheres de óleo de amêndoas e 1 colher de sopa de sal marinho, misture os ingredientes e aplique massageando-as com movimentos circulares, nas palmas, dedos e costas das mãos, retire com água morna, em seguida aplique um hidratante. As mãos mostram claramente quando estão sendo deixadas de lado e dão claros indícios de envelhecimento que podem ser evitados e se instalados, podem ser tratados, basta que não nos esqueçamos dos cuidados diários com as mãos e unhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *